terça-feira, 17 de setembro de 2019

Absinto

A fonte estéril
dos olhos queimam
Cristais de sal antigo
Lágrimas imemoriais
A palavra despedida
No coração grafada
À faca
Aguda chaga
Que a alma sangra
Em inútil sacrifício
Jaz ao leito inerte
O amor
Que um dia foi
O corpo do outro
Sobre a pele
Cingida de ruínas e cinzas
A luz da lua fria
Sorve o último gole
De desejo e absinto
Antes da aurora tardia.

O lançamento do novo livro de contos do escritor Antonio P. Pacheco, "O Universo no Espelho - Aqueles Outros e Suas Versões das Históri...