quinta-feira, 8 de fevereiro de 2018

Corda Bamba

 



Sobre os ombros da alma

Trás em si o peso impossível

Um universo inteiro em conflito

Basta desta fadiga

O palhaço na corda bamba

Em busca de aplausos escassos

Aos olhos da plateia

Assim como ela, agoniza

Alienada vida a passar

Como mero desfile de circo. 

23/01/2018

Todos os direitos reservados ao autor

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O lançamento do novo livro de contos do escritor Antonio P. Pacheco, "O Universo no Espelho - Aqueles Outros e Suas Versões das Históri...