segunda-feira, 24 de fevereiro de 2020

Além da janela

Todo corpo é vasto mistério
Visões idílicas e abismos
Todo ser é mistério
Descobertas e saberes
Toda vida é cosmos
Universos distantes
Sombras noturnas
Amanheceres oníricos
Toda dor é cume
É fosso e túmulo
Todo riso é espelho
É renascer e brilho
Tal amor em nós é ventre
É seio que amamenta
Tal alegria é fonte
É oásis e abrigo
Em você todo o princípio
Um universo inteiro
Em mim o caminho
O meio e o fim
Além da nossa janela
O nada resta contido.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O lançamento do novo livro de contos do escritor Antonio P. Pacheco, "O Universo no Espelho - Aqueles Outros e Suas Versões das Históri...